Quem comunica não se ‘estrumbica’

O velho guerreiro da TV brasileira, Chacrinha, já dizia: “quem não se comunica, se estrumbica”. Por isso, é importante entender a linguagem nas estradas para se comunicar bem. E é preciso ficar atento, pois a comunicação pode ser complexa.

Direção com atenção

A atenção nas estradas não é exigida apenas para a boa condução do veículo, com segurança. É preciso estar antenado em todos os sinais, visuais e sonoros, para que seja possível captar qualquer tipo de aviso ou tentativa de comunicação com outros motoristas.  Quando os motoristas estão no mesmo sentido ou em sentido contrário, a comunicação com as setas de direção e sinais de luz acontece em um curto período de tempo e depende de total atenção. Mas existem alguns sinais bem simples de compreender. Confira;

– Piscar a seta para a direita: é como se o motorista estivesse dizendo ao que vai passar “que a pista está limpa, sem acidentes ou qualquer outro perigo”.

– Piscar faróis na direção oposta: essa prática é usada para indicar problema à frente. Pode ser acidente, queda de barreira/árvore ou tráfego parado.

– Movimentar o braço como um pêndulo com a mão esticada significa barreira, desmoronamento ou acidente. Algo está fechando a pista. Dependendo da gravidade, os faróis de luz são insistentes.

– Quatro dedos virados para baixo: animais na pista.

– Dois dedos virados para baixo: pedestres na pista.

– Fechar a mão começando pelo dedo mindinho até o polegar (sinal de roubo) demonstra que há ladrões na região, local propício para roubo de veículos/carga.

Apesar de no Brasil serem usados celulares e rádios de comunicação, não são todos estradeiros que possuem esses aparelhos e a comunicação na estrada via sinais acaba sendo importante, costumeira e de baixo custo. Não deixe seus parceiros correrem risco e sempre os avise sobre problemas na pista, como acidentes e risco de roubo.

Para conhecer os veículos da Mercedes-Benz, acesse nosso site e fique ligado em nosso Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *